A imparcialidade e a verdade

Continuando o assunto do post anterior, que falava de questões em que a mídia não tem motivos para ser imparcial, trato agora de outra questão: a imparcialidade vs. a verdade. A pergunta é simples: se um jornal (fictício, óbvio) apresentasse somente a verdade e nada mais do que a verdade, você o compraria, considerando-se que … Continuar lendo A imparcialidade e a verdade

Como deixar clara a sua opinião ao fazer uma enquete

Vejamos um belíssimo exemplo de como fazer uma enquete que deixa clara qual a sua opinião sobre o assunto: Vejamos: A opinião “Sim” tem um argumento fraquíssimo. Tão fraco que nem sei se é verdadeiro. Embora as mulheres pobres sejam as mais afetadas diretamente, todos somos afetados por filhos indesejados: delinqüentes nas ruas, abortos malfeitos … Continuar lendo Como deixar clara a sua opinião ao fazer uma enquete

Quando a mesa de debate não é redonda

A imprensa é o meio pelo qual, teoricamente, as discussões políticas devem ocorrer em um país democrático. Na experiência que tenho, dos jornais da região onde moro, a seção de política está sempre em uma das primeiras páginas, o que denota um certo descaso, visto que muitas pessoas começam a ler o jornal de trás para frente (e, sem surpresas, a seção de esportes fica no “fim” do jornal).

Mas desconsiderando o já existente descaso pela política, que muito provavelmente não é culpa só do jornal e sim dos leitores, o que acontece quando a mesa de debate — a imprensa — não tem motivo algum para dar o outro lado da história? Continuar lendo “Quando a mesa de debate não é redonda”