Por que jornalismo?

4 comentários sobre “Por que jornalismo?”

  1. Altieres, parabéns pelo post. A “egotrip” é merecida, já que você é o melhor jornalista que cobre segurança da informação do país! Desde o saudoso Giordani Rodrigues do Infoguerra ninguém mais cobriu os assuntos da área com tanta propriedade e didática.

    Meus parabéns pelas contribuições à área e um abraço,

    Sandro Süffert

    Curtir

    1. Giordani guiou minhas ideias quando criei o Linha Defensiva. O Infoguerra era minha inspiração.

      Vale dizer que, esqueci de colocar no post, mas quando visitei o UOL, em 2006, a visita à redação também foi definitiva. Adorei o ambiente e pensei “quero trabalhar em um lugar assim”. Perguntei para o meu editor “qual curso você fez?” e ele respondeu “Jornalismo” em um tom “mas não é óbvio?”

      Depois considerei o que escrevi acima e tomei minha decisão.

      Curtir

  2. Seguido comentamos entre os amigos aqui: “o Altieres nem precisaria fazer jornalismo…”. É uma afirmação baseada no que vemos da tua atuação prática e da tua facilidade em trabalhar na área mesmo antes de ter o canudo. Mas pondero que tu valoriza a importância da graduação. Também sempre pensei que se tu escolheu o Jornalismo (mesmo com a tua facilidade nas outras áreas e sabendo que paga pouco), é porque realmente é o que quer. É de caras como o Altires que o Jornalismo está carente. Caso tu largue a “cachaça” um dia, vou brigar contigo, hehe.

    Abraço!
    Ju

    Curtir

    1. Realmente, jornalismo é uma cachaça.

      Agradeço os elogios, mas acho que a faculdade teve um valor imenso pra mim, principalmente pelos grandes amigos que fiz (tu sabe de quem eu falo, Ju). Essas amizades contribuíram mais para a minha formação (como ser humano e profissional) do que qualquer faculdade poderia.

      Curtir

Os comentários estão desativados.