Essa coisa de mobilidade até que é legal

4 comentários sobre “Essa coisa de mobilidade até que é legal”

  1. Eu tenho o mesmo aparelho há anos e ele sempre supriu minhas necessidades. Já até pensei em comprar um novo, mas tenho a impressão de que os que vejo ficam faltando isso ou aquilo que o meu tem. E não uso quase nada, para falar a verdade.
    Nunca usei a internet pelo celular, não preciso de GPS, não preciso checar e-mail com urgência.

    O que eu uso: agenda, calendário, calculadora, alarme, câmera, sms. Raramente vejo filmes, jogo ou ouço música. Ou ligo para alguém (odeio falar ao telefone). Fiquei meses sem caixa de voz e nem percebi… Fico meio neurótica que vou gastar bateria à toa e caso precisasse, numa emergência, ficaria na mão.

    A ciência já criou tecnologia suficiente para levar o homem à lua, recriou o big bang com o LHC, decodificou o DNA e não é capaz de fazer uma bateria de laptop/celular decente (comercialmente viável)…

    Acho super bacanas esses smartphones mas estou decidida a ficar com meu Samsung velho de guerra enquanto ele estiver forças!

    Curtir

  2. Meu 3120c é um guerreiro no assunto bateria. Fica de boa de 2 a 4 dias, às vezes 5, se o uso for muito leve. O N900 é um monstro, por outro lado. Se a bateria durar um dia, você tem sorte. Mas já comprei uma bateria adicional por causa disso, e vou ficar com outro celular para casos em que precisar de algo mais prático.

    Vale dizer, o N900 é um celular pra nerds. Ele não é prático de se usar. Pra configurar desvio de chamada e até pra mandar MMS é preciso instalar softwares adicionais, alguns deles disponíveis só nos repositórios de software beta.

    É um “mobile internet device”, como uma vez Steve Jobs descreveu o iPhone, porque tem integração com absolutamente tudo. Ontem, falei no Skype com ele, diretamente pelo software do telefone (isso, veja bem, não precisa ser instalado separadamente). Dá pra instalar Debian (com OpenOffice!) nele. E ele tem todo tipo de sensor: acelererômetro, sensor de proximidade e infravermelho. O hardware é completíssimo, super legal para fuçadores — justamente porque o software deixa a desejar.

    Apesar de possuir GPS, o software de mapas dele é muito inferior a outros da Nokia.

    Então, é isso. É um brinquedo de nerd. O celular para as massas deve vir depois, quando a Nokia integrar Symbian e MeeGo. Aí, sim, vai ser o melhor dos dois mundos.

    Curtir

  3. Sem querer parecer fanático, mas depois que comprei um iPhone não quis saber mais de nenhum outro celular. E agora que lançaram a quarta geração ficou melhor ainda.

    Curtir

Os comentários estão desativados.