Versos: Memento Mori

Também existe fim para os imortais
Sem arrependimento, sem sofrimento
A liberdade de não querer nada mais
Marca a chegada do momento

Só temos menos tempo
Vida valiosa voa, voraz
Diante dela, desatento
O valor fica para trás
Procurando um instante
Que repetido, incessante
Cria a desejada eternidade
Que não existe no tempo

Meu sonho é de imortal
Morrer a cada hora
Capaz de valer uma vida
De tão normal

Certo do tempo desigual
Termina depois ou agora;
Mas o sorriso convida
A morte natural

Morrer não acaba com a vida
O que mata é
Viver sem lembrar de morrer

Não estarei aqui para sempre
Não estarás aqui para sempre

Uma ideia sobre “Versos: Memento Mori

Os comentários estão fechados.